planetário da cidade da criança - são Bernardo do campo

 O Observatório Astronômico Municipal de Diadema foi pioneiro na divulgação da astronomia no grande ABCD, Desde a sua inauguração, em 1992, vem promovendo uma série de eventos, como: sessões de observação para públicos diferenciados, palestras, oficinas, mesas-redondas, sessões de vídeo de divulgação científica, exposições, conferências e cursos. Em 2000 foi desenvolvido o Projeto Relógio de Sol nas Escolas, com o sucesso deste evento, a ideia de colocar um planetário móvel a disposição dos visitantes foi posta em prática. Milton Barros é  o Coordenador do Planetário de São Bernardo do Campo (Milton Barros foi Diretor do Observatório Astronômico Municipal de Diadema, Coordenador Geral da Sociedade de Astronomia e Astrofísica de Diadema é especialista em Gnomônica, Coordenador de Projetos da Sociedade de Astronomia e Astrofísica de Diadema, Professor e autor do “Projeto Relógio Solar nas Escolas”.

http://www.projetorelogiosolar.com/reportagem.htm

O Planetário da Cidade da Criança está equipado com um Projetor Planetário Óptico Mecânico  StarDust II - Se quiser conhecer a sessão do Planetário Móvel StarDust faça uma visita á Cidade da Criança.

 

Olhar o céu - ou uma projeção dele - pode ser umExperiência ótima para ter com os filhos

"Planetários são uma oportunidade excelente de contato com a ciência para além do que se aprende na escola. E mais que isso, é uma vivência que vai muito além da informação disponível em livros e na Internet. As projeções do céu se movimentando a 360° dão uma sensação de imersão que dificilmente algum cinema de tela plana é capaz de oferecer. E eles são uma ótima introdução ao universo da ciência porque "transformam a astronomia em magia".

Ficou curioso? Aqui vão algumas dicas para que você e seu filho aproveitem ao máximo uma visita ao planetário:

1. Crie expectativa na criança;

Ter curiosidade sobre o que se vai ver ajuda muito a prender a atenção da criança e é uma ferramenta importantíssima para o aprendizado. Pensar sobre o que se espera, se o céu no espaço é muito diferente do que vemos daqui, o que são constelações e porque a relação do homem com os astros é importante pode tornar a compreensão mais fácil e fazer surgir outras perguntas.

2. Ajude seu filho prestar atenção ao céu noturno;

Pergunte a ele sobre o que vê. Consegue identificar alguma estrela ou planeta? O que imagina que existe lá? Será que o céu natural é muito diferente do que se vê num planetário? Fazer um exercício de criatividade também pode ser bastante divertido. Se fosse um astrônomo, que nome daria às estrelas que consegue ver? Comparar este exercício de criatividade e imaginação com aquilo que será visto pode ajudar a criança a reter as informações mais facilmente. http://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_1.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_4.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_2.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_3.gif

3. Encontre a sessão que mais se adéqua ao seu filho;

Planetários normalmente têm sessões variadas e cada uma delas pode tratar de um tema específico. Pode haver muita diferença de foco e linguagem utilizada em cada apresentação, e é interessante checar o programa e procurar saber a que público cada sessão se destina. Quanto mais seu filho compreender o que é dito, mais poderá aproveitar a informação que está recebendo.

4. Encoraje seu filho a fazer perguntas após a sessão;

E não tenha vergonha de colocar suas próprias dúvidas ou comentários também. Se desejar saber mais sobre algo que chamou sua atenção, sacie sua curiosidade. Pode ser uma ótima oportunidade para você e seu filho aprenderem mais sobre vários temas relacionados à Física, Matemática, Geografia e muitas outras áreas do conhecimento.http://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_1.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_4.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_2.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_3.gif

5. Estimule seu filho a conversar sobre o que viu;

O que mais chamou a atenção da criança? Qual foi sua sensação ao ver a projeção? De que planeta ou estrela gostou mais? De quantos astros consegue recordar o nome? Fazer perguntas e deixar a criança à vontade para falar é uma boa forma de fixar o conhecimento e um estímulo para participar de outras atividades relacionadas ao tema.http://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_1.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_4.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_2.gifhttp://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/entrevistas/canto_3.gif

6. Fique atento à programação de férias;

Os planetários normalmente oferecem outras atividades para além das sessões e vários deles dedicam uma programação especial direcionada ao público infantil durante as férias escolares. E no caso de funcionar junto a um museu, um centro cultural ou um laboratório de Ciências, procure saber qual é a programação adequada para a idade do seu filho para que ele tenha uma experiência tão multidisciplinar e rica quanto possível.

Texto Meghie Rodrigues

http://educarparacrescer.abril.com.br/v2008/imagem/uso-livre.jpgEducar

Foto: Maurício Melo

 A curiosidade e a emoção de viajar até o espaço!

 

 

 

Telescópio

 

Planetário StarDust / 2014